quinta-feira, 20 de setembro de 2007

gabarito prova 1º ano - 20/09

01 - Assunto: Industrialização brasileira.
A industrialização brasileira, após 1995, muda, em grande parte, a espacialização dos investimentos, principalmente privados. Caracterizada pela mudança de foco da localização com uma nova logística, o espaço industrial brasileiro abriu uma nova tendência de descentralização em relação a São Paulo e sua capital. Toda essa mudança teve como causa
A) a abertura de novos mercados consumidores no interior do país com grande poder aquisitivo.
B) o fechamento do mercado brasileiro para produtos importados e o incentivo ao nacionalismo.
C) a inexistência de profissionais com alta qualificação na capital e no estado de São Paulo.
D) um quadro de fatores ambientais e socioeconômicos que tornaram mais cara a produção no estado.

02 - Assunto: Industrialização brasileira após 1990.
Sobre a distribuição espacial atual da indústria brasileira, assinale a afirmativa CORRETA.
A) O problema das disparidades regionais tende a se agravar, já que nas últimas décadas a base industrial do estado de São Paulo vem sendo reforçada, bem como a do Rio de Janeiro.
B) A expansão da indústria paulista nos últimos anos foi impulsionada pelo dinamismo da capital de São Paulo, reforçando a sua concentração industrial.
C) A industrialização do Nordeste nas últimas três décadas levou à especialização da região no setor eletro-eletrônico e automobilístico.
D) Os recentes investimentos industriais no Paraná possibilitaram aos municípios da região metropolitana de Curitiba e do interior ampliarem sua importância econômica, transformando-se em uma nova opção para o processo de desconcentração industrial paulista.


03 - QUESTÃO 09 (Descritor: relacionar os processos de urbanização e industrialização no mundo.)
Assunto: Urbanização e industrialização mundial.
Sobre as relações entre urbanização e industrialização, assinale a alternativa CORRETA.
A) A industrialização é um processo que ocorre somente em grandes cidades.
B) A industrialização é um processo que ocorre somente nas cidades do mundo desenvolvido.
C) As cidades da Idade Contemporânea devem sua existência exclusivamente às atividades industriais.
D) As cidades são a base territorial da produção industrial, pois concentram o capital e a força de trabalho.

04 - Assunto: Modernização brasileira.
"O conceito de modernização assumiu formas e ideologias muito diferenciadas em dois momentos distintos da História do Brasil. Na era Vargas, modernizar era sinônimo de estatizar. No período que se iniciou com o governo Collor, passou a ser sinônimo de privatizar." (Adaptado de Revista Ciência Hoje, vol. 19, nº 14, outubro/95)
O texto anterior refere-se a dois modelos distintos do desenvolvimento do capitalismo no Brasil, quando o país foi governado, em um momento, por Getúlio Vargas e, em outro, por Fernando Collor de Mello.
a) Identifique os modelos de desenvolvimento econômico apresentados.
Na era Vargas o modelo modernizante era nacionalista/estatal, enquanto no governo Fernando Collor de Mello era privatista.

05 - Assunto: Desenvolvimento tecnológico brasileiro.
Leia o texto a seguir e responda.
No Brasil, em termos absolutos, a maior parte das empresas tem pequeno grau de modernização tecnológica. A partir desse quadro há a concentração do aporte tecnológico em grandes empresas que, em grande parte, estão cada vez mais se globalizando. Isto faz com que, segundo pesquisa do IBGE, seja refletido no dinamismo das exportações de outras categorias industriais, que expandiram, também, sua participação percentual no PIB. Por outro lado, a despeito dessa redução percentual, as indústrias com alta intensividade tecnológica são responsáveis por quase um terço desse mesmo PIB.
Analise as conseqüências para as empresas de pequeno pacote tecnológico frente ao mercado globalizado.
As empresas que incorporam mais tecnologia no Brasil são aquelas que têm mais capital para, além de instalar, fazer as atualizações necessárias; são as grandes empresas com capital, geralmente estrangeiro, que mesmo em menor numero, têm uma parcela considerável no PIB brasileiro e necessitam de se modernizar constantemente para enfrentar a concorrência de outras empresas dos seus ramos empresariais; as empresas de menor aporte tecnológico exportam muito por serem em um número maior e por estarem integradas a outras empresas externas produzindo peças de menor valor tecnológico, ou por fornecerem produtos tipicamente brasileiros que expressam as características culturais do país, como os artesanatos e algumas bebidas.

06 - Assunto: Indústria automobilística brasileira.
A indústria automobilística brasileira foi implantada durante a década de 1950. Nesse primeiro momento, ela ficou restrita à região metropolitana de São Paulo. O primeiro momento de desconcentração desse ramo industrial ocorreu na década de 1970, quando tomou rumo para o vale do Paraíba do Sul, Betim/MG e Curitiba. Atualmente, a produção de automóveis no país acontece em outros estados como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e em outros pontos de Minas Gerais.
Compare o início da produção automobilística no Brasil com o seu momento atual.
Estímulos e incentivos dados às empresas do setor; concentração espacial das indústrias de autopeças; a infra-estrutura herdada do complexo cafeeiro (instalações portuárias, rede ferroviária, energia); mão de obra qualificada; mercado consumidor; rede bancária e financeira. Além disso, entre os fatores responsáveis pela localização do setor automotivo nos anos 90, o aluno deve indicar: acesso aos mercados ampliados pela criação do Mercosul; fuga das pressões sindicais e dos espaços congestionados; qualidade da mão de obra; proximidade de centros de pesquisa ou de universidades; qualidade de vida; incentivos fiscais (isenção de impostos, doação dos terrenos, etc.); obras de infra-estrutura realizadas pelos governos estaduais.

07 - Assunto: Industrialização brasileira na Era Mauá
A figura corresponde a Irineu Evangelista de Souza Mauá. Ele empreendeu uma tentativa de modernização da economia brasileira no século XIX, mas não conseguiu resultados mais efetivos porque faltou apoio das oligarquias agrárias da época.
Mas afinal, o que o Visconde Mauá empreendeu em nosso território a fim de impulsionar o processo industrial brasileiro na fase imperial?
A) Substituiu a mão-de-obra escrava através de importação de trabalhadores imigrantes, gerando novas relações de trabalho aumentando a produtividade do setor agrário.
B) Fundou um banco, implantou telégrafos e ferrovias, investiu na formação de indústrias que produziam navios, caldeiras, prensas, guindastes e na transformação do algodão.
C) Boicotou o apoio ao D.Pedro II, investindo pesadamente no tráfico de animais para a Europa a fim de incentivar pesquisas e melhoria no curtume de peles de animais selvagens ou em cativeiro.
D) Valorizou o comércio de produtos e serviços franceses, tornando o Rio de Janeiro uma “França nos trópicos”.

08 - Assunto: Crescimento industrial do Brasil na fase da Ditadura Militar
Os presidentes Ernesto Geisel e João Batista Figueiredo governaram o Brasil em épocas distintas, durante o período da ditadura Militar.
Observe algumas das obras realizadas nesta fase política do Brasil:
1 – Itaipu; 2 - Ponte Rio Niterói; 3 – SESI; 4 – Transamazônica; 5 – Petrobrás; 6 – Proálcool; 7- Biodiesel; 8 - CVRD (Companhia Vale do Rio Doce).
Determine quais obras NÃO pertencem a esta fase republicana:
A) 1; 2; 3; 4.
B) 5; 6; 7; 8.
C) 3; 5; 7; 8.
D) 1; 2; 4; 6.

09 - Assunto: Globalização Econômica
No caso brasileiro, a adoção de políticas neoliberais foi associada com grande êxito no controle do processo inflacionário através do plano Real, implementado por Fernando Henrique Cardoso.
Indique quais são as características de uma política neoliberal:
A) Privatização de grandes empresas estatais, diminuição do papel do Estado, fim da proteção à indústria nacional, abertura do mercado financeiro nacional.
B) Ação do Estado, como mediador e fiador de empréstimos estrangeiros, existência de uma grande disponibilidade de capitais nas mãos de investidores estrangeiros, investimentos em infra-estrutura.
C) Política de isenção de impostos, existência de subsídios em financiamentos de longo prazo, concedidos pelo BNDE, ampliação do mercado consumidor.
D) Investimento em setores estratégicos, concessão de incentivos para as indústrias, aumento do protecionismo, e intensa participação direta do Estado no processo produtivo.

10 - A região em destaque é favorecida por um processo de concentração espacial das indústrias no Brasil.
Observe os elementos que favorecem esta concentração:
1 - Mercado consumido; 2 - Disponibilidade de matéria-prima; 3 - Controle e gerenciamento estatais eficientes
4 - Índices de corrupção; 5 - Custos com transportes; 6 - Mão-de-obra qualificada; 7 - Acessibilidade ao conhecimento tecnológico e científico; 8 - Prestígio educacional e incentivo à cultura regional; 9 - Oferta de energia.
Os itens que determinam CORRETAMENTE a localização espacial das indústrias na região em destaque são:
A) 1; 2; 3; 4; 5.
B) 3; 5; 6; 7; 8.
C) 2; 4; 6; 7; 8.
D) 1; 2; 5; 6; 9.

11 - Assunto: Indústria Brasileira
Observe este desenho. Relacione-o à maneira como os diferentes tipos de indústrias se integram a fim de garantir produtividade, lucro e desenvolvimento mercadológico:
Descreva, baseando-se no contexto desse desenho, como as indústrias de base, intermediária, de produção e de consumo se interligam e se ordenam.
1 - Bens de produção ou de capital: produz bens utilizados para a produção de outros bens. Sua aquisição caracteriza uma despesa de investimento e não de consumo.
2 - Indústria de base: através da siderurgia e da metalurgia são oferecidos produtos e semi-produtos para o desenvolvimento da indústria de produção.
3 - Indústria de bens intermediários: produz insumos para que outras indústrias produzam outros bens.
4 - Indústria de Bens de Consumo: bens utilizados diretamente pelos consumidores finais e que não se destinam à produção de outros bens, mas utiliza-se de valores originados da indústria de base, de capital e intermediário para atuar.

12 - Assunto: Governo JK.

Leia a historinha:
Baseando-se nessa historinha, os 03 argumentos, que expliquem o fato de o presidente populista Juscelino Kubitschek não ter conseguido o sucesso tão aguardado.
1 - Visão de curto prazo: ao colocar em andamento a sua meta de desenvolvimento rápido de campanha, “50 anos em 5”, foi dada uma grande prioridade para a execução de planos que fossem realizados, ainda que às pressas, como foi o caso da construção de Brasília. Em função disso, os gastos do Estado alcançaram níveis extremamente elevados, levando a um forte endividamento público e o início de um longo processo inflacionário que desorganizaria o processo produtivo.
2 - Outra questão de visão de curto prazo pode-se compreender a abertura, do mercado brasileiro para o investimento estrangeiro, notadamente na indústria de bens de consumo, esse modelo foi o de resultados mais rápidos, contudo, essa alternativa poderia ter sido acompanhada de um investimento maior da geração de tecnologia nacional própria, bem como na formação de empresas de capital nacional, diminuindo nossa dependência.
3 - Ao destacar a indústria automobilística, iria deixar de investir em outros meios de transporte, como ferroviário e hidroviário, aumento assim os custos do transporte. A construção de uma grande rede de estradas exige menos custos e tempo, mas a conseqüência é a ineficiência do tráfego de mercadorias, bem como o alto custo da manutenção do sistema.

13 – ((Mack) A respeito do “milagre econômico” do governo Médici (1969-1974), são feitas as afirmações seguintes. I. O “milagre” representou um período de altas taxas de crescimento do PIB (de até 14%), com avanços extraordinários na indústria, na agricultura e no comércio.II. A política econômica baseou-se, simultaneamente, na concessão de subsídios e incentivos fiscais às indústrias e na imposição do arrocho salarial aos trabalhadores.III. Os avanços econômicos conduziram o Brasil à situação de oitava economia mundial, condição amplamente utilizada como propaganda pelo regime militar.
Assinale:
a) se apenas I é correta.
b) se apenas II é correta.
c) se apenas III é correta.
d) se apenas I e II são corretas.
e) se I, II e III são corretas.

14 - (Ufpr) Refletindo sobre a dinâmica que marcou as etapas da industrialização brasileira, leia as afirmativas abaixo, assinalando V para verdadeiro e F para falso:
( ) Ainda sob o governo de Getúlio Vargas, o estado brasileiro assumiu um importante papel na industrialização brasileira, ao criar as companhias estatais de infra-estrutura e as indústrias pesadas necessárias ao nosso desenvolvimento.( ) Juscelino Kubistcheck redirecionou o modelo industrial brasileiro durante seu governo ao abrir o país para a entrada das indústrias leves multinacionais, como por exemplo no setor automobilístico.( ) Durante o regime militar, o projeto de desenvolvimento econômico brasileiro voltou a apoiar-se majoritariamente na iniciativa privada e nacional. A prioridade dos militares era evitar o endividamento externo e direcionar investimentos à educação e à saúde.( ) A partir dos anos 90, o Brasil passou a seguir fielmente os fundamentos do neoliberalismo, e assim promoveu a diminuição da participação do Estado nas atividades econômicas e industriais brasileiras, através de um amplo programa de privatizações no setor infra-estrutural e de indústrias de base.( ) Atualmente, as multinacionais controlam a maioria do mercado no setor das indústrias leves; já nosetor dos bens de produção ainda é vetada qualquer participação da iniciativa privada.
A seqüência correta é:
a) F - F - V - F - V
b) F - F - V - V - V
c) V - V - F - F - V
d) F - V - V - V - F
e) V - V - F - V - F

15 - (Uerj)
As propagandas acima, publicadas na revista O Cruzeiro, no período de 1954 a 1964, apresentam bens de consumo que estavam sendo incorporados ao cotidiano de parte da população brasileira. Esses novos padrões de consumo foram favorecidos pelo incentivo do Estado brasileiro à:
a) produção de bens duráveis
b) pesquisa tecnológica nacional
c) implantação da indústria pesada
d) fixação dos preços das mercadorias

16 - (Uem) Assinale a alternativa correta sobre a indústria brasileira, recorrendo à tabela quando necessário.
a) A região Sudeste perdeu importância absoluta, mas ganhou importância relativa de 1970 a 2000, concentrando 66% do valor da transformação.
b) Observa-se que as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste vêm aumentando a sua participação de 1970 a 2000.
c) A construção da rodovia Transamazônica foi o principal elemento que impulsionou o desenvolvimento industrial da região Norte.
d) A indústria do turismo ecológico é importante elemento no desenvolvimento industrial do Nordeste.
e) A transferência de indústrias paulistas para o Recôncavo Baiano foi responsável, na década de1980, pelo aumento da participação dessa região na produção industrial brasileira.

17 - (Uepb)
Considerando os dados da tabela acima, que analisam a dinâmica da indústria de veículos e as variações de empregos nesse ramo de atividade industrial no Brasil, pode concluir que:
I. De 1970 a 1980, a produção de veículos quase triplicou. Esse salto deve-se ao início das exportações de automóveis em grande escala. O número de empregos cresceu quase proporcionalmente ao crescimento da produção.
II. De 1980 a 1990, registrou-se uma diminuição da produção e do número de empregos, contudo observa-se aumento da parcela da produção destinada ao mercado externo.
III. De 1990 a 1997, a produção de veículos dá outro salto, impulsionado pelas vendas internas e externas. Contudo, o emprego ainda conhece retração.
Nessa fase observa-se aumento de produtividade com a automação industrial, a terceirização de processos produtivos e o aumento daimportação de componentes.
Está (ão) correta(s):
a) Apenas a proposição IIb) Apenas a proposição I
c) Todas as proposições
d) Apenas a proposição III
e) Apenas as proposições I e II

18 - (Uepb)
“O centro econômico do Brasil, bastante urbanizado e industrializado, é constituído por São Paulo e Rio de Janeiro, as duas únicas metrópoles nacionais, e pelas cidades vizinhas (Campinas, cidades do ABC paulista, Baixada Santista, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Volta Redonda, Baixada Fluminense, etc). Essa área superurbanizada forma a megalópole nacional. O restante do país é constituído pelas várias periferias, algumas industrializadas, outras com economia baseada na agropecuária e na mineração”. VESENTINI, José William.
De acordo com o texto assinale a afirmativa correta:
a) O país reproduz internamente o tipo de organização do espaço que caracteriza o capitalismo mundial, no qual existem o centro (países desenvolvidos) e a periferia (terceiro mundo).
b) O Brasil é um país igualmente urbanizado e industrializado.
c) O país é constituído apenas de periferias funcionando como o quintal das multinacionais.
d) As empresas multinacionais que ocupam o território nacional investem todos os seus lucros no Brasil.
e) O centro econômico brasileiro está localizado nos Estados Unidos, onde fica a maioria das sedes das multinacionais aqui existentes.

19 - (Uerj) O mundo vem assistindo a uma revolução no setor produtivo que tem sido chamada de terceira Revolução Industrial ou Revolução Técnico-Científica (Revolução Tecnológica). A plena inserção brasileira nesse contexto enfrenta um sério obstáculo, que é
a) a grande extensão do território nacional, encarecendo a produção tecnológica.
b) o distanciamento geográfico do Brasil em relação aos principais centros tecnológicos.
c) a incompetência tecnológica nacional no setor agrário - exportador.
d) o exagerado crescimento brasileiro no setor da indústria de consumo.
e) a limitada capacitação técnico-científica da produção nacional.

20 - (Unifesp) A tabela seguinte se refere a uma indústria automobilística localizada no Estado de São Paulo.
A reestruturação produtiva que confirma a tabela é chamada de
a) substituição de importações, na qual empresas exportam partes dos veículos.
b) terceirização, na qual empresas produzem partes dos veículos para as montadoras.
c) globalização, na qual empresas recebem partes dos carros produzidas em países do mesmo bloco.
d) flexibilização, na qual empresas diversificam a linha de produtos para ampliar mercado.
e) modernização, na qual indústrias automobilísticas instalam máquinas que aumentam a produtividade.

3 comentários:

Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Henrique disse...

olha ai wellington
a enquete dos professores

http://www.orkut.com/CommPollResults.aspx?cmm=38343679&pct=1188299562&pid=837761832

eu sei q vc nao tem mais orkut...
pede pra carol, ou o rafael...
pra vc ver a enquete pelo orkut deles

be disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.