segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Exercício de filosofia - 1º ano

1 - Tradicionalmente, as religiões sempre se utilizaram dos mitos.
Em sua opinião, que característica do pensamento mítico permitiu isso?
2. Quais as principais diferenças entre mito e Filosofia?
3 - Apesar das diferenças entre os dois tipos de pensamento, pode-se
dizer que existe alguma semelhança entre mito e Filosofia? Justifique.
4 - Por que existe a crença em mitos ainda hoje? Cite exemplos de mitos
contemporâneos, que nos retiram “do universo do dia-a-dia” e nos
colocam em contato com o sagrado.

36 comentários:

Caroll disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroll disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroll disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Secret Fashion Diarie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gabriel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
¥µ®ﺭ disse...

1.A igreja sempre usou dos mitos para explicar as causas de fenômenos naturais que não conseguiam explicar.

2. A filosofia tenta explicar as coisas que acontecem baseados em raciocinios lógicos. E os mitos foram criados para acalmar as pessoas explicando uma coisa baseadas em ficção pois não sabiam explicar.

3.Quanto os mitos quanto a Filosofia foram criados para explicar as coisas.

4. A mitologia existe hoje em dia atraves de lendas urbanas, mitos cientificos, etc.

Joyce Carrilho disse...

Nome: Joyce Resende Carrilho
1º ano A

Respostas:

1. Os religiosos acreditavam nos mitos devido a alguns fenômenos naturais que ocorriam e ocorrem até hoje, como: raios e trovões, tsunamis e terremotos, entre outros.

2. A Filosofia é considerada como racional, ou seja, sabe-se o porque que as coisas acontecem.
Já o mito é irracional e se deve ao fato de não conseguirem explicar o inexplicável.

3. Sim, os dois abordam o fato de querer explicar o porque que as coisas acontecem.

4. A crença em mitos ainda existe porque tem o conceito de acalmar ansiedades. A vida após a morte é um exemplo, pois não existe nada comprovado sobre o assunto. E assim surgem os mitos, que sugerem como será, neste caso, o nosso futuro após a morte.

LUCAS disse...

Lucas Lamounier Faria - 1º ano "A"

1 - Antigamente, as religiões usavam o mito pra explicar acontecimentos da natureza, como um vulcão em erupção, uma tempestade, ondas muito grandes, seca, inundações e etc. Hoje isso também acontece, por exemplo: uma cirurgia difícil ocorre com sucesso, e uma grande parte da população fala que foi um milagre, aparentemente isso parece que aumenta a fé de alguns cidadãos.

A característica do mito em querer explicar isso, é porque o mito está sempre buscando uma resposta para o "incompreensível", querendo assim, de certa forma, aconchegar o civil.

2 - Um mito é uma forma de explicar certa forma de cultura ou religião. Ele tenta explicar os acontecimentos da vida (como a morte, pra onde vamos, de onde vimos, etc.), fenêmenos da natureza (tempestade muito forte, vulcanismo, terremoto, ondas gigantes, etc.), a origem do mundo e do homem por Deuses, etc., ou seja, o mito tenta explicar o inexplicável, até que algo que faça mais sentido venha, e desmanche o mito.
Enquanto o mito tenta explicar o inexplicável, a filosofia procura discutir, refletir, argumentar, saber e explicar a realidade com razão e lógica.

3 - O mito surge na antiguidade como uma forma de explicação para a realidade. A filosofia também surge como uma forma de explicação, só que de maneira racional.

4 - Para explicar o que a ciencia ainda não conseguiu deduzir. Exemplos: A criação do Universo, pra onde vamos, de onde vimos, se existe vida após a morte, o chamado "milagre", extraterrestres, horóscopo, a religião (Deus(es), Santos), etc.

Jessica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jessica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroll disse...

Maria Carolina Diniz 1º A

Questão 1:Os mitos geralmente,são conceitos passados de geração por geração e assim,diversas instituições religiosas tem seu fundamento marcado há milhares de anos atrás e com isso,vários ensinamentos e superstições foram sendo criadas ao longo dos anos,e os mitos também estavam sempre presentes nesses "cultos" religiosos. Ele é o relato de uma história verdadeira, ocorrida nos tempos dos princípios, quando com a interferência de entes sobrenaturais, uma realidade passou a existir.

Questão 2:Um mito é uma narrativa simbólica, profundamente relacionado com uma dada cultura ou religião.Já a Filosofia busca, através de discussões, estudos e argumentos, saber e explicar a realidade com razão e lógica.

Questão 3: Pode-se dizer que existem semelhanças:o mito surge na antiguidade como uma forma de explicação para a realidade. A filosofia também surge como uma forma de explicação, só que de maneira racional.

Questão 4:Isso acontece,porque os mitos são algo,que vão chegando do passado através da cultura,religião,etc e vão permanecendo entre nós.Exemplos:Páscoa,Natal,são mitos do calendário Cristão.

Jessica disse...

Jéssica Cassiana Trindade
1º ano "A"
1)-Alguns usam a palavra mito e mitologia para desacreditar as histórias de uma ou mais religiões.
Mesmo assim, muitas pessoas concordam que cada religião tem um grupo de mitos os quais desenvolveram-se somados às escrituras.
A característica do pensamento mítico que permite as religiões utilizarem dela é que: o mito acalma a ansiedade humana em relação aos mistérios da criação .

2)-Ao contrario da Filosofia , que se funda na racionalidade , o mito se baseia , sobretudo , na intuição , e incorpora ao mesmo tempo imaginação e emotividade .
A filosofia , ao contrário do mito , aborda coisas que ocorrem em um tempo conhecido e possível , bem como sua permanência e mudança .
Ao mesmo tempo , não admite o imcompreensível , buscando sempre explicações racionais , ao alcance de qualquer indivíduo.
Dessa forma , explica a natureza dentro dessa mesma perspectiva racional e acessível.

3)-Sim . Ambos são tentativas de explicar a realidade .

4)-Certamente , pelo falo de que a ciência em si , não conseguiu explicar a realidade , surgindo assim mitos ! Um exemplo muito comum , é da vida após a morte !
Não foi provado e não há pista alguma sobre isso ! E mais da metade da população que habita esse universo acredita neste mito ! Temos também horóscopos , são mitos , e muitas pessoas acreditam ! Se deve ao fato de que a ciência não conseguiu explicar , restando assim , acreditar em mitos , ou não pensar !

Nota : 10 ;D

jeffersonacc1 disse...

Nome:Jefferson Ázara Cardoso
1°Ano "A"

Questão 1. Antes as religiões usavam os mitos para explicar fenômenos da natureza como terremotos, tornados, eclipses, etc. Isso ocorre até hoje mas de um jeito diferente. Através de milagres, curas, etc.

Questão 2. O Mito é irracional o que tenta explicar coisas o que são inexplicáveis. A filosofia busca explicações racionais o que é compreensível

Questão 3. Sim. Ambos surgiram para explicar acontecimentos.o Mito surge como forma de explicação para a realidade e a filosofia também surge para explicar só que de modo racional.

Questão 4. Existem mitos até hoje pois existem fatos inexplicáveis.Exemplo:Como surgimos,para onde vamos depois a morte,horóscopos, etc

Bruno disse...

Bruno Ribeiro Borges
1º A

Respostas:

1. Na antiguidade a religião usava mitos para poder explicar fenômenos naturais tais como: tempestades, terremotos, trovões, etc...
Como diz na mitologia nórdica, eles acreditavam que o Deus Thor lançava trovôes quando estava zangado.
Hoje em dia é diferente, pois um cidadão so crê em Deus, milagres,etc..., dependendo da sua fé, porque ja se tem explicaçoes científicas sobre os fenômenos naturais.


2. O mito pode ser interpretado de uma certa forma, além da cultura de um povo, pode ser considerado uma "fantasia" onde existem deuses que criaram o mundo, mas isso depende da religião e cultura de um povo, um bom exemplo disso é a mitologia grega, existem 12 deuses nela cada um com sua fução, tais como: Poseidon o deus dos mares, Hades deus do mundo inferior e dos mortos, etc...
Em muitas religiôes creêm que os deuses são responsáveis pelos fenômenos naturais, isso de certa forma era usado para acalmar as pessoas, um exemplo: certo dia ocorre uma tempestade e destrói alguma coisa, é sinal de que os deuses estão furiosos e as pessoas oram para que isso não aconteça novamente...

Já a Filosofia desmascara o mito, tenta explicar a realidade por meio da: argumentação, reflexão, lógica, discussão, etc...


3. Sim, pois tentam explicar a realidade, mas a diferença da filosofia com o mito é que a filosofia explica a realidade de maneira racional..."De onde viemos?", "Quem somos?", "Para onde vamos?", ambas tenta explicar isso, mas de maneiras diferentes.


4. Pelo fato de a ciência não conseguir ir tão longe em relação de explicar a realidade, um exemplo muito citado é a vida apos a morte, nada nos informa se existe vida apos a morte, também como milagres, etc..., que também é passado de geração por geração, por meio de cultura.

Gustavo disse...

1.Os mitos geralmente,são conceitos passados de geração por geração. As superstições foram sendo criadas ao longo dos anos,e os mitos também estavam sempre presentes nesses "cultos" religiosos.

2.A Filosofia é considerada como racional,porque que as coisas são explicadas como acontecem.
Já o mito é irracional,porque ninguém sabe explicar como acontecem.

3.Sim,porque a Filosofia e os mitos explicam coisas que aconteceram no passado apesar de que a Filosofia é uma explicação racional.

4.Porque os mitos é uma forma de explicação para perguntas inexplicáveis como:"Para onde vamos?",etc .Os mitos conteporâneos são:Natal,pascoa,extraterrestres,horóscopos,etc

Marcos Felipe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcos Felipe disse...

1) Desde o início dos tempos, o homem vem criando teorias a partir da intuição e da imaginação para as perguntas e fenômenos que ele não consegue responder e compreender. Essas teorias são os chamados mitos. E é exatamente essa característica de dar respostas ao incompreensível, que fez do mito algo frequentemente usado pelas mais diversas religiões ao longo dos séculos. Essa utilização se deu pelo fato de que todos os adeptos de uma religião procuram respostas para o abstrato. Assim, os mitos de cada religião, serão embasados nos princípios da mesma, estando eles corretos ou não (os mitos).

2) O mito e a Filosofia se diferem em vários aspectos. Um deles é a significação das palavras. Do grego antigo, mito significa uma narrativa de cunho explicativo que se relaciona profundamente com uma religião e/ou cultura. A Filosofia representa uma abordagem caracterizada pelo uso da racionalidade. Desse modo, podemos definir que a principal diferença entre mito e filosofia, está na forma como cada um dos dois explica algo: a Filosofia através da razão e da racionalidade existente no pensamento (este, revolucionado por Sócrates e Platão), e o mito através da imaginação mas, principalmente, da intuição; logo, o mito é combinado também com a cultura de quem o propõe.

3) Sim. A semelhança entre mito e Filosofia se dá no fato de que ambas procuram respostas para as questões inquietantes da vida. Por exemplo, a teoria da origem da vida. A mitologia grega diz que tudo provem da união de Urano com Gaia, céu com a terra. Já a ciência, promove a teoria evolucionista (evolução das espécies). Mas a essência que se vê em comum em ambas é a do questionamento que age, muitas vezes, como parte do instinto humano.

4) Mito significa (segundo o dicionário Houaiss) um relato fantástico protagonizado por seres que encarnam, sob forma simbólica, as forças da natureza e os aspectos gerais da condição humana, de tradição oral e escrita. Respondendo a fenômenos e a perguntas como “De onde viemos?”, “Para onde vamos?” e “Existe vida após a morte?”, muitos mitos seguem tão vivos quanto a religião e cultura a que foram associados. Como dito na definição, os mitos tem uma tradição oral e escrita, ou seja, são contados de geração em geração, através da fala e através de registros históricos. Dessa maneira, muitas vezes só seguimos e cremos no que nos foi proposto desde nossa infância. Mas a grande razão de os mitos sobreviverem, é o fato da ciência atual, que segue em constante mudança e evolução, não conseguir explicar todas as perguntas que o homem faz. Perguntas como as descritas acima, formam a “alma dos mitos” atualmente. Dessa maneira, a maioria da população mundial crê em diferentes mitos propostos por diferentes religiões. Algumas delas são:

*Astrologia: a utilização dessa prática, que seria usada para prever o futuro;

*No espiritismo, o ser-humano deve realizar boas-obras para aperfeiçoamento do espírito, que supostamente se reencarnaria num estágio superior ao que se encontrava antes (caminhando para a perfeição).

*Mesmo que não afete nossas vidas (brasileiros) de forma direta, a guerra santa islâmica (jihad), é considerada pelos adeptos mais radicais (xiitas) como necessária. Aqueles homens que se sacrificam na guerra terão um lugar no paraíso onde virgens os estarão esperando. O problema é que essa guerra inclui o fato de que muitos homens dão sua vida seguindo os princípios de Alá, enquanto travam essa batalha interior, matando muitos dos não-adeptos. São os homens-bomba, que caracterizam o islamismo que conta com 1 bilhão de adeptos.

*A proposta do sistema de castas, que atinge desde séculos atrás, a escala social hinduísta, promovendo a idéia de reencarnação (e mudança de casta com essa).

gabriel disse...

Gabriel Godinho n°: 11 1°: A
1. O mito procura explicar a realidade, os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais, as origens do Mundo e do Homem por meio de deuses, semi-deuses e herois.
2. Ao contrário da Filosofia, que se funda na racionalidade, o mito se baseia, sobretudo, na intuição, e incorpora ao mesmo tempo imaginação e emotividade. A Filosofia, ao contrário do mito, aborda coisas que ocorrem em um tempo conhecido e possível, bem como sua permanência e mudança.
3. Sim, tanto o Mito quanto a Filosofia fazem o papel de explicar "o porque" dos acontecimentos.
4. A crença existe pela liberdade de escolha de acreditar ou não, de cada pessoa.
Exemplos de mitos contemporâneos:
Mitos do Futebol: "Rei" Pelé, Ronaldo,..
Mito da F1: Ayrton Senna
Mitos da Música: Beetles, Elvis Presley,...
Mito da Ciência: Albert Eintein
Existem também mitos sobre: fenômenos naturais, ETs, Deuses, Herois,... esses são só alguns exemplos.

Bruno disse...

1º A

Matheus de Souza Costa


1. Quando vinha uma forte chuva eles pensavam que os deuses estavam zangados com eles, em alguns povos faziam até sacrifícil para agradá-los(em algumas religiões), essa era a única explicação que eles acreditavam para os fenômenos naturais.

2. Ambos tenta explicar o inesplicável, mas de uma forma diferente, o mito explica irracionalmente e a filosofia racionalmente.

3. Sim pois o mito e a filosofia, tentam explicar o mundo, sua origem, mas de maneiras diferentes, o mito explica por meio de "deuses,contos,etc...", e filosofia por meio do pensamento e da sabedoria.

4. Nos dias de hoje o mito anda interligado com a humanidade pois algumas pessoas acreditam em algumas crença, se quebrar um espelho pode pegar 7 anos de azar. Também pelo ki a ciência não ocnsegue explicar.

*Obs: Ele fez aqui no meu computador, porque ele esta sem iternet, e ja existe uma conta com o e-mail dele, ele não tem outro por isso não da para criar conta pra ele.

Melissa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melissa disse...

Melissa Ribeiro Freire - 1ºAno A

1. A sociedade sempre, ao longo da história, foi atrás da religião para explicar aquelas questões que não podem ser explicadas como: o bem, o mal, a vida e mais procuradas delas, a morte. A morte é algo que não se da pra definir, que não se da para concluir com estudos e sim com o mito, que tenta explicar esses mistérios e ao mesmo tempo, conforta as pessoas tirando-as o medo de um futuro desconhecido.

2. A Filosofia pode ser explicada por raciocínio lógico, pensamentos que só podem ser concluídos com uma serie de estudos, já o mito é algo surreal, que não existe, foi criado para apenas para tirar o medo do ser humano, para confortá-los de algo que ninguém conhece.

3. Sim, pois mesmo o mito sendo algo irreal, ele é baseado na realidade, baseado em fatos assim como em uma parte da filosofia, que só pode ser concluída através desse mesmo baseamento.

4. Porque apesar de estarmos em época onde a crença em mito e pequena a praticamos mesmo sem perceber, em nossos cotidianos, como não beber leite e depois chupar manga, demorar ao banho depois das refeições, etc.

Túlio Oliveira disse...

Túlio Ribeiro de Oliveira
1°A

1. O mito é uma antiga forma de conhecimento, de consciência existencial e de representação religiosa sobre a origem do mundo, sobre alguns fenômenos naturais como raios,tempestades,vulcões em erupção,terremotos.Hoje em dia não se usa muito de mitos para explicar a origem do planeta,pois ja existem vários reletos de que a terra foi criada por outras ações como a teoria do big bang.

2. A Filosofia procura, através de discussões, reflexões e argumentos, saber e explicar a realidade com razão e lógica, enquanto que o mito não explica racionalmente a realidade, procura interpretá-la a partir de lendas e de histórias sagradas,baseadas em deuses criadores do universo.

3. Sim,pois mito e filosofia surgiram na antiguidade com o princípio de explicar a realidade do universo.

4. Pois ainda não sabemos tudo sobre a realidade do nosso universo.Exemplos:como surgimos,para onde vamos apos a morte,vida em outros planetas,etc...

Enio disse...

Ênio Azara Oliveira 1°A

1:
Antigamente os mitos eram usados para contar os fatos acontecidos em relação a convivência do dia a dia dos religiosos, como o casamento. Também eram usados para descrever fenômenos causados pela natureza como: seca,tempestades,raios,ondas altas,vento etc.

2:
*Mito são histórias (inventadas), nas quais se baseiam nossa Cultura. Toda sociedade e cultura tem seus Mitos.
*A Filosofia é factual, é o estudo e a tentativa de entender as coisas.
Filosofia é uma Ciência, estudos e análises de como funciona o mundo.

3:
Sim,Ambos surgiram para explicar acontecimentos do passado *Filosofia, estudo voltado incessantemente para descobrir a realidade de forma racional
*O Mito surge como forma de explicação para coisas inexplicáveis

4:
Pois muitas pessoas acreditam de vários mitos como:
*Horóscopo
*Comer depois tomar banho
*Passar de baixo da escada da azar
*Chupar manga e depois beber leite
*Romance entre Zeus e uma mortal que resultou no nascimento de Hércules etc.

Vivian disse...

1.Antigamente os mitos eram usados para contar os fatos acontecidos em relação a convivência do dia a dia dos religiosos, como o casamento. Também eram usados para descrever fenômenos causados pela natureza como: Tempestades, raios, trovões, terremotos.

2.O Mito é irracional o que tenta explicar coisas o que são inexplicáveis. A filosofia busca explicações racionais o que é compreensível

3.Sim, os dois são para explicar oquê aconteceu no passado, a filosofia, estudo para descobrir a realidade de forma racional.O Mito surge como forma de explicação para coisas inexplicáveis.

4.Todos acreditam até hoje, pelo fato da ciências não conseguir a realidade.
Ex. de mitos:Vida após a morte que é muito comum, horóscopo, passar debaixo da escada dá azar, extraterrestres, ect.

Vivian disse...

1.Antigamente os mitos eram usados para contar os fatos acontecidos em relação a convivência do dia a dia dos religiosos, como o casamento. Também eram usados para descrever fenômenos causados pela natureza como: Tempestades, raios, trovões, terremotos.

2.O Mito é irracional o que tenta explicar coisas o que são inexplicáveis. A filosofia busca explicações racionais o que é compreensível

3.Sim, os dois são para explicar oquê aconteceu no passado, a filosofia, estudo para descobrir a realidade de forma racional.O Mito surge como forma de explicação para coisas inexplicáveis.

4.Todos acreditam até hoje, pelo fato da ciências não conseguir a realidade.
Ex. de mitos:Vida após a morte que é muito comum, horóscopo, passar debaixo da escada dá azar, extraterrestres, ect.

nayara disse...

nome:Nayara Nascimento Alvarenga
1°A

1)Mito tem a conotação usual de invenção, ficção, mas ainda atribuem as sociedades arcaicas. Pode-se dizer que "mito" é todo o conjunto que nós compreendemos hoje o que em suas épocas os gregos chamavam "religião.

O principal pensamento que permitiu a utilização de mitos na religião,foram acontecimentos de tempos primitivos,através de intervenções de elementos sobrenaturais.(tornados,tsunamis e terremotos).

2)Mito é um conjunto de conhecimentos, ele procura explicar a realidade, os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais, as origens do mundo e do homem por meio de deuses, semi-deuses e heróis.O mito trabalha ,através dos sentidos,através da imaginação,já a filosofia trabalha com conhecimento objetivo, caracterizado pela razão, busca explicar a essência das coisas.
A filosofia estuda problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e éticos, à mente e também à linguagem.

3)Sim.O mito surgiu na antiguidade como uma forma de explicação para a realidade e a filosofia também surgiu como uma forma de explicação, só que de maneira racional.(sem deuses).Quando relaciona a “ordem do mundo derivada de forças opostas que se equilibram, e a união dos opostos explica os fenômenos meteóricos, as estações do ano, o nascimento e a morte de tudo que vive” seria uma continuidade no uso comum de certas estruturas de explicação dos fenômenos.

4)Crenças e mitos ,hoje,são uma forma de fazer as pessoas se sentirem seguras e confiarem em algo que lhes dá estabilidade.Mas não são mais as únicas formas de explicar o mundo,pois hoje temos por exemplo,a ciência.

Exemplos de mitos:
Cosmogonias(Mitos de origem e destruição, incluindo os messiânicos e milenários);Soteriológicos(de salvadores e heróis); Mitos de tempo e eternidade;Mitos de renascimento e renovação, incluindo os de memória e esquecimento;Mitos de providência e destino; Mitos de seres superiores e seus descendentes; Mitos folclóricos; Mitos Fundadores(onde se explica a origem de um rito, uma crença, uma filosofia, uma cidade ou comunidade).

Iara disse...

Iara Santana de Azevedo
1º A
Questão 1: As religiões exploraram os mitos para explicar fenômenos da natureza, como tempestades, trovões, terremotos. Elas pregavam que esses fenômenos eram demonstrações do sentimento dos deuses com os fiéis. Hoje os fenômenos da natureza são explicados de modo científico, então as pessoas crêem em outros fatos.

Questão 2: A filosofia se funda na racionalidade, aborda coisas que ocorrem em um tempo conhecido e possível, não admite o incompreensível. Já o mito se baseia em intuição e incorpora ao mesmo tempo imaginação e emotividade.

Questão 3: Sim, os dois tentam explicar a realidade, mas a filosofia de funda em racionalidade e a mitologia é irracional, se funda em intuições.

Questão 4: A crença em mitos existem até hoje, porque estes mitos são passados de geração em geração. As pessoas crêem em horóscopos, acreditam que após refeições não se deve demorar muito em banho, que passar debaixo da escada dá azar, quebrar espelho dá azar por sete anos, entre outras crenças.

sarahi disse...

Sara Ferreira Ribeiro - 1º ano A

1- O mito veio da necessidade de matar a curiosidade, normalmente relacionada a explicação de fenômenos da natureza, à condição humana no mundo, dentre outros. E a religião aproveita desse meio, para tentar esclarecer alguns fatos. O mito está sempre presente na religião, desde a antiguidade.

2- A filosofia segue o padrão racional, procura entender a realidade, descobrindo seus significados mais profundos, sendo assim, acessível a qualquer individuo. Já o mito é baseado na intuição, é uma forma de tranqüilizar o homem, de superar o medo, a insegurança, portanto é uma verdade intuitiva, não necessitando de provas.

3- Sim. Ambos são utilizados para explicar acontecimentos.

4- A crença em mitos ainda existem porque acompanhou a cultura, é de tradição e também porque ainda há coisas que a ciência não consegue explicar, deixando duvidas no ar, então utilizam os mitos para tentar explicar. Como por exemplo a cosmogonia (relatos míticos sobre a criação do mundo e de tudo o que há nele), a crença na vida após a morte,o espiritismo, etc.

Abel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ruth disse...

Nome: Ruth Isabel 1°Ano A

1.A necessidade de tentar responder porque as coisas acontecem, levou as pessoas a tentar decifrá-las através de pensamentos segundo a sua intuição, o desejo de saber, de poder controlar o mundo para não ter medo nem insegurança, deu origem ao mito. Antigamente diziam que os fenomenos naturais, como: Tempestades, secas, entre outros; ocorriam porque os deuses estavam furiosos, insatisfeitos, o que hoje para a maioria das pessoas não faz nenhum sentido, mas ainda existem pessoas que acreditam nesse tipo de coisa.

2.O mito é quando inventamos algo para tentar responder algo que não sabemos, o mito é irracional, inexplicavel, são pensamentos que não obedecem a lógica. A Filosofia é algo racional, que foi criado para explicar os fenômenos de forma lógica, ao contrario do mito.

3.Sim, podemos dizer que o mito e a filosofia possuem alguma semelhança, memos possuindo explicações diferentes para a explicação de vários fenômenos, o mito e a filosofia tentar explica-los, podem até chegar a conclusões completamente diferentes possuindo lógica ou não, mas os dois acabaram contribuindo para o desenvolvimento do pensamento humano,mas nem toda pergunta possui uma resposta.

4.Os mitos ainda existem, porque a ciência não tem respostas para todas as peguntas, os mitos existem na tentativa de acalmar as pessoas. Existem vários tipos de mitos, que seguem de acordo com a religião de cada um. As vezes nos peguntamos " De onde viemos?", "para onde vamos?","existe vida em outros planetas?", essas pergunats e varias outras tem como respostas mitos, hipóteses e teorias. As respostas muitas vezes são vairiadas, acreditamos em ressureição, vida após a morte, céu e inferno, a origem da vida é que Deus criou todas as coisas, isso é o que a relegião faz a gente pensar, mas a ciência tem outra explicação para a origem da vida, que nós evoluimos com o passar dos anos. Os pensamento são muitos, cada um pensa do seu jeito, cada um acredita no que quer, todos tem dúvidas, dúvidas que são repondidas com mitos, hipóteses ou teorias, ou que as vezes nem possuem respostas.

Gabriel Felipe disse...

Gabriel Felipe Trindade 1º A

1. Desde a antiguidade, a maioria das religiões, como cristianismo, islamismo, entre outras, sempre usaram mitos para representar o que pregavam. Pois não precisava de provas para que as pessoas cressem, tudo era uma questão de intuição, características principais do pensamento mítico.

2. O mito tenta explicar de forma ilógica fenômenos naturais, religião e culturas, nesse último, geralmente usando lendas. Já a Filosofia usa discussões, age com a razão, usando argumentos convicentes para explicar um determinado assunto.

3. A semelhança existente entre o mito e a filosofia é a questão de que os dois tentão explicar fatos que aconteceram ou que acontecem no nosso dia-a-dia. Só que enquanto a filosofia usa a razão, o mito é uma explicação fora da realidade.

4. A crença em mitos ainda existe porque eles sempre foram passados de geração para geração, e na maioria das vezes eles surgem para explicar o que a ciência ainda não conseguiu explicar. Ex:Uma outra vida após a morte (caracterísca da religião), a astrologia, horóscopos e entre outros.

nayara disse...

Marianna de Alencar Braga 1°A

1-As religiões ultilizaram os mitos para que de certa forma aquilo que eles não saberiam explicar as pessoas seria a resposta para o’que estaria acontecendo.
E toda essa mitologia criada em torno da religião e uma forma de mostrar que nossas características (maldade,bondade,egoísmo,fraqueza,força,gula,vingança e outras) e também forças da natureza,que provem de alguma existência oculta tal que não e possível provar cientificamente.
2-Mito é um pensamento definido de conhecimento,que tem a capacidade de explicar a realidade do meio,na tentativa de explicar a realidade pela própria realidade,trabalhando conceitos através dos sentidos.
Filosofia é um conhecimento centrado,caracterizado pela razão,preocupa-se com a essência das coisas.
3-Sim,ambas as partes de alguma forma querem explicar a existência das coisas.
4-Um exemplo de mito e o grego romano que envolve uma serie de Deuses inspirados em características humana;os santos da religião católica entre outros.
A existência de crenças em mitos ate hoje e uma forma de trazer as pessoas conforto e esperança.

Beel disse...

Nome: Isabella Garcia M. Mantuane - 1º A.


1 - Antigamente os religiosos usavam do mito pra explicar alguns fenômenos da natureza como: terremotos, erupções, tempestades muito fortes. Ocorre ainda hoje em dia também quando uma pessoa supera uma cirurgia difícil, ou sai de um coma e fica bem.
2. Enquanto a filosofia tenta explicar, refletir sobre o que acontece, o mito se baseia no irreal, no inexplicável, tentando criar teorias sobre isso.
3 - Tanto o mito quanto a filosofia tentam explicar sobre as coisas que acontecem, porém o mito é irreal.
4 - Acontece ainda porque, os mitos são passados de pais para filhos e se baseiam no que não tem explicação, fazendo com que cada religião, cultura, família em si, tenha suas crenças em relação a isso, exemplos disso: vida após a morte, horóscopo, paraíso e inferno, a própria religião, a criação do mundo, entre outros.

Mariano disse...

Nome : Mariano Tadeu Martins Fernandes 1º A

1.Antigamente os religiosos acreditavam nos mitos devido á alguns fenomenos naturais que aconteciam e acontecem até hoje , como : raios, trovões, tempestades , seca e inundações .
]A característica do mito é de querer explicar alguma deses acontecimentos , sempre buscando uma resposta para o que as pessoas não compreendem.
2.A Filosofia procura, através de discussões, reflexões e argumentos, saber e explicar a realidade com razão e lógica enquanto que o mito não explica racionalmente a realidade, procura interpretá-la a partir de lendas e de histórias , não tendo quaisquer argumentos para suportar a sua interpretação.
3.Sim ,o mito surge na antiguidade como uma forma de explicação para a realidade. A filosofia também surge como uma forma de explicação, só que de maneira racional.
4.Hoje o mito ainda tem a sua importância ,pois nunca deixou de ser uma maneira de explicar a realidade.Os mitos é uma forma de explicação para perguntas inexplicáveis como:"Para onde vamos?".Há vida após a Morte ?. São exemplos de mitos , Pelé é um mito do Futebol , Michael Jackson é um mito do pop , Albert Einsteim é um mito da Ciencia esses são só alguns exemplos.

Ana Flávia disse...

1.Os mitos surgiram para explicar acontecimentos, dos quais o homem não tinha compreensão.Como os fenômenos naturais e até mesmo doenças, como pestes por exemplo.O mito também, já foi, e ainda é uma forma de explicar o surgimento do vida, do nossa planeta,e do homem.Hoje em dia,o mito é o milagre,a cura,entre outros acontecimentos.

2.Filosofia é a busca constante pela realidade, e o mito não tem sustentação na realidade.

3.Sim, os dois partiram do pensamento do homem. A filosofia é algo real e o mito é algo subjetivo.

4.Para explicar fatos que ainda são desconhecidos,apartir do momento em que a ciência explica, o mito cai. Exemplos de mitos comtempôraneos são: Milagres, horóscopos,datas comemorativas religiosas que foram introdusidas mesmo o fato não tendo ocorrido em tal data,entres outras crenças.

Ana Flávia Reis Crepaldi, 1°A

rosamariabastos1 disse...

Rosa Maria Bastos 1ªA

1- Uma das características é que a religião em si é movida principalmente pela emotividade, que junto a outros fatores compõe a base de um mito.
2- A origem de um mito é a intuição, imaginação e a emotividade, ao contrário da Filosofia, que se baseia em um meio racional e acessível.
3- Tanto um quanto o outro procuram entender a realidade, entretanto, a filosofia esta em busca da realidade pela racionalidade.
4- Pois o homem precisa entender o que não é possível a sua dominação.Vários exemplos,o maior deles é a crença em algo,ou alguém superior,além do horóscopo.