terça-feira, 30 de setembro de 2008

gabarito prova 3º ano 30-09-2008

PROVA A
01 - A América do Norte é um bloco continental ligado à América do Sul por uma estreita faixa de terras conhecida como América Central Ístmica, como se vê no mapa abaixo:
Sobre esse continente afirma-se:
I. Sua posição geográfica apresenta extremos de latitude muito maiores que os da América do Sul.
II. Sua extensão longitudinal é maior que a da América do Sul, o que permite deduzir que o seu número de fusos horários também é maior.
III. O fato de ser cortada pelo Círculo Polar Ártico, garante que os climas do seu extremo setentrional sejam mais frios que os da porção meridional da América do Sul.
IV. A passagem do Trópico de Capricórnio por seu território garante que todo o continente se encontra na Zona Temperada Setentrional.
V. De forma geral os seus países são mais extensos e em menor número, quando comparados à América do Sul.
São corretas apenas as afirmações:
a) II, III e IV. d) IV e V.
b) I, II, III e V. e) III, IV e V.
c) I e IV.

2. (UEMaringá-adaptada) Analise as afirmações sobre os aspectos físicos e biogeográficos da Europa:
I. Na porção meridional localizam-se montanhas formadas por dobramentos recentes. Essas áreas estão sujeitas
a instabilidades tectônicas, podendo ocorrer terremotos ou vulcanismo, como na Itália, onde se destacam os vulcões Etna e Vesúvio.
II. Muitos rios europeus são de pequena extensão, se comparados aos grandes rios brasileiros. No entanto, a navegação fluvial é importante, graças à boa distribuição da rede de drenagem e à interligação das bacias por meio de canais.
III. Os fiordes, vales glaciais que foram invadidos pelas águas do mar; são comuns no litoral da Noruega.
IV. A corrente marítima quente do Golfo influi no clima da porção Noroeste da Europa, amenizando os rigores da temperatura e elevando a umidade.
V. Ventos quentes que se originam do continente africano, no deserto do Saara, influem no clima da porção setentrional da Europa, conferindo-lhe características de aridez, principalmente durante o verão.
VI. O clima mediterrâneo apresenta invernos muito secos e verões úmidos, favorecendo o cultivo da oliveira e da videira.
VII. A maior parte da Europa apresentava, como vegetação natural, pradarias e estepes.
São verdadeiras apenas as afirmações:
a) V, VI e VII.
b) I e VII.
c) I, II, III e IV.
d) III, VI e VII.
e) V e VI.

3. (CESGRANRIO-Adaptada) O México é um país latino-americano que contém, na sua área de fronteira com os EUA,
grande número de indústrias “maquiladoras”. Sobre elas é correto afirmar que:
a) os produtos por elas gerados são destinados, na sua maioria, ao mercado interno, fortalecendo a economia do próprio país.
b) as empresas do setor de cosméticos respondem por mais de 40% das indústrias “maquiadoras”, justificando-lhes tal denominação.
c) a industrialização é um resultado direto da expansão das “maquiadoras”, nas várias regiões daqueles países.
d) são responsáveis por elevado desenvolvimento regional das áreas onde se instalam, já que pagam altos impostos aos governos.
e) são empresas de montagem, que transformam, reparam e embalam mercadorias estrangeiras, voltadas para a reexportação.

04 - Como se explica as elevadas amplitudes térmicas da Planície Central Americana?
Durante o verão, a região é atingida por massas quentes provenientes das zonas tropicais do Golfo do México; quando chega o inverno, a área recebe a influência das massas polares.

05 - Em qual das rotas aéreas, traçadas no mapa, haverá maior possibilidade de os passageiros visualizarem o canal da Mancha, a planície da bacia de Londres, o rio Tâmisa e águas dos mares do Norte e Cantábrico?
a) Rota Madri-Atenas.
b) Rota Lisboa-Oslo.
c) Rota Copenhague-Moscou.
d) Rota Roma-Estocolmo.
e) Rota Sófia-Helsinque.

06 - O crescente direcionamento da economia dos Estados Unidos para o exterior permite ver uma nova forma de divisão regional do país, organizada em três vertentes Atlântico, Caribe e Pacífico, separadas por uma grande zona interior, pouco povoada e essencialmente agrícola. Observe:
Com relação às regiões propostas podemos afirmar:
Vertente do Atlântico — Esteve orientada para os mercados europeus até finais do século XVIII, quando, através dos Grandes Lagos, voltou-se para o interior; ainda hoje. O papel dirigente das grandes metrópoles dessa região permanece dominante; apresenta declínio relativo nos setores industriais do aço e têxteis, além de declínio populacional.
Vertente do Pacífico — Na costa oeste encontram-se as metrópoles californianas com bom desempenho econômico e crescimento populacional; ponto de convergência dos fluxos humanos e de capitais entre Ásia, América Latina e América do Norte; alto desenvolvimento de setores industriais de ponta.
Vertente do Caribe — Definida pelos espaços imensos e poucos povoados, é fortemente marcada pelo peso das atividades agrícolas; ressente-se da falta de uma rede urbana nitidamente hierarquizada; funciona como uma imensa área de ligação entre o Nordeste e o Pacífico.
Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmação(ões):
a) 1 .
b) 1 e 2.
c) 1 e 3.
d) 2 e 3.
e) Todas são corretas.

07 - A maioria das indústrias siderúrgicas dos Estados Unidos da
América localiza-se:
a) junto das minas de ferro e dos depósitos de calcário.
b) junto das minas de carvão e dos grandes centros consumidores.
c) junto dos locais de recepção da matéria-prima do Canadá.
d) junto das reservas de carvão das Montanhas Rochosas.
e) junto ao Golfo do México.

08 - (CESUPA-adaptada) A revolução científica e tecnológica tem proporcionado mudanças importantes na estrutura e dinâmica do espaço geográfico mundial. A interatividade por meio da informática, os avanços nas comunicações e nos transportes têm encurtado as distâncias e tornado mais próxima a relação entre as diversas sociedades no mundo contemporâneo.
Milton Santos, geógrafo brasileiro, denominou esse espaço geográfico de meio técnico-científico-informacional, principalmente porque:
a) A difusão das redes computadorizadas, como a internet, e a criação de novas tecnologias impregnaram diversas partes do espaço geográfico, transformando a percepção do espaço-tempo.
b) A tecnologia mudou todas formas de utilização da natureza pela humanidade, homogeneizando a produção do espaço geográfico mundial.
c) A ciência e a informática estão na base de todas as formas de criação, utilização e funcionamento do espaço geográfico.
d) A difusão da informação tornou-se mais rápida em todo o mundo, transformando integralmente as estruturas espaciais de todas as sociedades.
e) A ciência remodelou completamente a tecnologia, criando novas formas de produção que se socializaram por todos os espaços geográficos.

09 - (FUVEST-adaptado) Leia os textos e responda à questão.
Mais da metade do gênero humano jamais discou um número de telefone. Há mais linhas telefônicas em Manhatan do que em toda a África ao sul do Saara. (Mbeki, vice-presidente da África do Sul, 1995.)
Nos Estados Unidos, os brancos representam 88,6% dos usuários da Internet, e os negros, apenas 1,3%, embora correspondam a 12% da população. (Adaptado de Douzet, 1977.)
Considerando as informações dos textos dados, assinale a alternativa correta.
a) O nível de vida das populações e o grau de desenvolvimento tecnológico dos países explicam a desigual distribuição de usuários da rede Internet.
b) A cibercultura e universal e constitui um instrumento de massificação e construção de uma identidade cultural global.
c) Os fluxos de informação telefônica não devem ser confundidos com as infovias, que têm uma distribuição mais igualitária no mundo.
d) Os custos de conexão virtual são mais elevados nos países ricos do que nos pobres, o que explica sua distribuição desigual.
e) O centro mundial de fornecimento de serviços da rede Internet são os Estados Unidos, devido à grande quantidade de telefones disponíveis.

10 - (PUC-SP-adaptada) Se, num futuro de automação vamos passar a desfrutar de mais horas de lazer, o problema que se coloca não é: Como é que a humanidade vai ser capaz de consumir todas essas unidades de tempo adicionais?; mas sim: Qual será a capacidade de inovação dos homens que vão ter que viver uma parcela importante de seu tempo sem nenhuma vinculação com as obrigações de trabalho? Se a noção de tempo útil se tornar menos compulsiva, os homens terão de voltar a aprender algo da arte de viver que perderam com a Revolução Industrial — o modo de preencher os intervalos dos seus dias com relações pessoais e sociais mais ricas, o modo de quebrar mais uma vez as barreiras entre o trabalho e a vida pessoal.
(Adaptado de E. P. Thompson. O tempo, a disciplina do trabalho e o capitalismo industrial in Tomaz T. da Silva, Trabalho, educação e prática social. Artes Médicas, Porto Alegre, 1991.)
O texto possibilita afirmar que:
a) a automação, produto da Revolução Industrial, será a condição suficiente e necessária para libertar o homem da carga excessiva de trabalho, deixando-lhe mais tempo livre para o lazer.
b) a racionalização, por meio da divisão de tarefas e da impessoalidade do controle, tenderá a libertar o operário de tarefas mecânicas e repetitivas, possibilitando a ele racionalizar seu tempo livre.
c) o operariado, frente a novas formas de organização do trabalho, deverá aprender a consumir adequadamente seu tempo livre, transformado pela Revolução Industrial em uma mercadoria.
d) as formas de trabalho impostas pela Revolução Industrial tenderão a ser “suavizadas” pela automação, democratizando o acesso ao tempo livre e ao lazer, estabelecendo uma nítida separação entre as esferas da vida pessoal e do trabalho.
e) o sistema de trabalho imposto pela Revolução Industrial destruiu formas tradicionais de sociabilidade, impondo uma nítida separação entre “vida” e “trabalho”, formas essas que deverão ser recuperadas frente a novas possibilidades.

PROVA B
01 - A tabela abaixo mostra a evolução da população e da pobreza nos Estados Unidos, comparando dados de 1970 e 2007.
01 - Com base nos dados da tabela, analise a evolução da pobreza em números absolutos e relativos. Confirme ou negue a afirmação de que “a pobreza cresceu muito no país”.
Os dados da tabela indicam que o número absoluto de pobres aumentou, de 27,1 para 36,4 milhões de pessoas, e que o número relativo diminuiu, de 13,6 para 12,3%. Portanto, a pobreza não cresceu muito no país, já que houve a redução da parcela de pobres.
02 - A redução da parcela de pobres no Sul do país indica melhoria da situação socioeconômica da região? Explique.
Sim. Se a parcela de pobres diminuiu (enquanto a das outras regiões aumentou), isso indica que a renda tem sido mais bem distribuída, que mais pessoas têm encontrado trabalho e que a economia regional está crescendo.
A Revolução Industrial teve início na Inglaterra e já no século XIX provocou profundas mudanças na economia do Reino Unido. Analise, no gráfico abaixo, algumas dessas mudanças.
04 - Usando os dados do gráfico, descreva o que ocorreu com a PEA do setor primário e aponte as causas desse fato.
A PEA britânica do setor primário foi reduzida de 36%, em 1801, para apenas 9%, em 1901. Isso ocorreu pela crescente mecanização do setor rural, que dispensou mão-de-obra do campo.
05 - Como se explica o aumento da parcela da PEA usada pelo setor secundário, considerando que na época ele já era baseado no uso de máquinas?
O rápido aumento do uso de mão-de-obra pelo setor industrial, que saltou de 28% da PEA, em 1801, para 48%, em 1901, indica que essa atividade apresentou um intenso crescimento, já que usava cada vez mais trabalhadores, apesar do processo de mecanização.

06 - (ESPM-adaptada) A política internacional muitas vezes se faz por disputas localizadas e neste aspecto, entroncamentos marítimos assumem um ponto chave, por serem verdadeiros nós geoestratégicos disputados, muitas vezes, de forma tensa entre as nações. Neste contexto, o acidente geográfico em questão torna-se vital, pois é a saída do Mediterrâneo, um dos mais movimentados mares do mundo, e seu controle por um país que não tem litoral nesse mar é motivo de litígio com a Espanha. Trata-se do:
a) canal de Suez. d) estreito de Ormuz.
b) estreito de Bósforo. e) estreito de Gibraltar.
c) estreito de Bering.

07 - A Europa é um dos continentes mais povoados, com mais de 70 habitantes por quilômetro quadrado. A distribuição da população, no entanto, é muito irregular. Nas planícies que beiram os mares do Norte e Báltico, concentram-se, em alguns pontos, mais de 500 habitantes por quilômetro quadrado.
Atravessando o mar Báltico, em direção ao norte, existem locais com menos de 1 habitante por quilômetro quadrado. Essa imensa diferença pode ser explicada pela(o):
a) rigor dos climas escandinavos.
b) efeito da Segunda Guerra, determinadora do despovoamento do norte.
c) presença da agricultura mecanizada nas planícies litorâneas.
d) política desenvolvida pela UE, que desvaloriza o norte.
e) emigração, que atingiu de forma intensa a região mais povoada.

08 - Leia a notícia:
“As autoridades de San Francisco lançaram hoje um plano de preparação para o norte da Califórnia enfrentar as conseqüências do chamado Big One, um grande terremoto, que poderia causar inúmeras mortes e prejuízos de até 200 bilhões de dólares. Neste ano, o Instituto de Pesquisa em Engenharia de Terremotos quer conscientizar as pessoas sobre os efeitos que esse terremoto poderá ter quando vier a ocorrer.”
Adaptado de Folha Online,17 abril 2002.
Com base no texto acima e em seus conhecimentos, assinale a alternativa correta:
a) A região encontra-se numa área formada por rochas sedimentares, local muito vulnerável às atividades tectônica e vulcânica.
b) A região está situada numa área geológica muito antiga, formada por escudos cristalinos, fato que explica a ocorrência de terremotos.
c) OBig One deverá atingir com intensidade ainda maior o Golfo do México, no sul dos Estados Unidos, onde se encontra a maior falha geológica da América.
d) O Big One poderá causar grandes estragos no oeste dos Estados Unidos, onde se encontram os dobramentos modernos, bem como a falha geológica de San Andreas.

09 - (CESUMAR-adaptada) Observe a pirâmide populacional do México:
Interpretando a pirâmide afirma-se que:
I. sua base indica que ainda há necessidade de investimentos nas áreas de educação e saúde.
II. seu topo indica a necessidade de priorizar programas de redução da mortalidade infantil.
III. a população masculina é menor que a feminina na faixa até 10 anos.
IV. a maioria da população tem menos de 20 anos.
Está correto o que se afirma em:
a) I e II apenas.
b) I e III apenas.
c) I e IV apenas.
d) II e III apenas.
e) III e IV apenas.

16 - (ENEM) O consumo diário de energia pelo ser humano vem crescendo e se diversificando ao longo da História, de acordo com as formas de organização da vida social. O esquema apresenta o consumo típico de energia de um habitante de diferentes lugares e em diferentes épocas. Segundo esse esquema, do estágio primitivo ao tecnológico, o consumo de energia per capita no mundo cresceu mais de 100 vezes, variando muito as taxas de crescimento, ou seja, a razão entre o aumento do consumo e o intervalo de tempo em que esse aumento ocorreu.
O período em que essa taxa de crescimento foi mais acentuada está associado à passagem:
a) do habitante das cavernas ao homem caçador.
b) do homem caçador à utilização do transporte por tração animal.
c) da introdução da agricultura ao crescimento das cidades.
d) da Idade Média à máquina a vapor.
e) da Segunda Revolução Industrial aos dias atuais.