terça-feira, 5 de outubro de 2010

Correção dos Exercícios 9º ano

Japão, superpotência econômica
Atividade 44
Era Meiji e a Revolução Industrial do Japão
Exercícios de Aplicação


1 - F, V, F, V

2 - Relacione a penetração do cristianismo com o isolamento japonês entre os séculos XVII e XIX.
Nos séculos XVI e XVII, os japoneses passaram a ter contato com os povos ocidentais através da entrada das missões católicas no Japão, principalmente dos jesuítas. No início do século XVII, ocorreu uma revolta camponesa contra o governo de Tokugawa que, em represália, baniu o cristianismo e proibiu a entrada de estrangeiros no Japão, que eram suspeitos de inspirar as revoltas dos dissidentes políticos. Essa proibição não atingiu holandeses e chineses.

3 - Explique a importância da era Meiji para o Japão.
A era Meiji (1868-1912) foi de fundamental importância, porque foi o período de modernização do Japão. O agente indutor do processo de modernização/industrialização foi o Estado. O país emergiu como potência já no início do século XX. Nesse período, o Estado abriu o país ao exterior, investiu em educação e em infra-estrutura necessária para a industrialização, abriu as primeiras fábricas, que, com o tempo, foram vendidas aos clãs mais poderosos do país, investiu na sua capacitação bélica (armamentos) etc.

4 - Conceitue os Zaibatsu.
Zaibatsu são grandes monopólios familiares, onde se concentram indústrias e bancos, que passaram a constituir a base econômica do Japão.

5 - Relacione as características da cultura política e econômica do confucionismo, responsável pelo desenvolvimento interno do capitalismo.
As características da cultura política e econômica do confucionismo são: autodisciplina, dever, perseverança, cooperação, consenso e harmonia.

6 - Atualmente China e Japão são rivais?Justifique a sua resposta.
Em 1970, chineses e japoneses reataram relações diplomáticas, na mesma época em que a China se aproximava dos Estados Unidos. China e Japão são potências regionais rivais porque disputam a hegemonia geopolítica e econômica na região da Ásia-Pacífico.
Portanto, China e Japão são potências rivais por competirem entre si, mas não inimigos como foram no passado.

7 - A história do Japão pode ser dividida em dois grandes períodos separados pela restauração Meiji (1868). Relacione as duas épocas com as suas características.
B, B, A , A

8 - Com o fim do shogunato (1868) e a restauração do poder imperial, teve início um rápido crescimento econômico e a modernização e transformação da sociedade japonesa. Quais foram essas transformações nos setores político-administrativo, econômico, militar e geopolítico?
No setor político-administrativo, ocorreu a centralização de poder, resultando na perda de poder dos shoguns (senhores de terras). A constituição foi promulgada, pondo fim ao feudalismo e à casta dos samurais. Houve a transferência da capital de Kyoto para Tóquio e o ensino primário tornou-se obrigatório.
Na economia, ocorreu a abertura do Japão ao mercado externo. Ocorreram também a construção de estradas de ferro e a criação da imprensa e dos serviços postais.
O poder militar foi estruturado em modelos estrangeiros (ingleses e franceses).
A geopolítica consolidou a área de influência do Japão na Ásia, no início dos anos 1870, após o fortalecimento do poder militar.

9 - O imperialismo expansionista japonês teve duas importantes características, criadas pela necessidade de autodefesa da identidade nacional, da conquista de mercados externos e da garantia de fornecimento de matérias-primas. Quais foram essas características?
Essas características foram o militarismo e o nacionalismo.

Atividade 45
O desenvolvimento industrial japonês após a Segunda Guerra Mundial
Exercícios de Aplicação
1 - Explique dois fatores que contribuíram para a reestruturação econômica do Japão após a Segunda Guerra Mundial.
Dentre os fatores que contribuíram para a reestruturação econômica do Japão, foram fundamentais a ajuda financeira dos Estados Unidos, com o plano Colombo, e os grandes investimentos em educação, que resultaram na formação de uma classe trabalhadora qualificada e eficiente; houve também grande investimento em pesquisa e infra-estrutura.

2 - Após a Segunda Guerra Mundial, o Japão passou da condição de inimigo derrotado para a de aliado dos Estados Unidos. Explique as causas dessa mudança de relacionamento entre as duas nações.
Essa mudança de relacionamento foi determinada principalmente pela expansão do socialismo na Ásia, gerando os conflitos da Guerra Fria. Em 1949, a China tornou-se socialista e, paralelamente, foi formado um novo país capitalista na ilha de Formosa, apoiado pelos Estados Unidos (atual Taiwan). Logo depois, ocorreu a guerra da Coréia, onde os Estados Unidos apoiaram o sul, e a ex-URSS e a China apoiaram o norte. Assim, o Japão passou a ser defendido pelos Estados Unidos, marcando a sua superioridade na Ásia e no Pacífico. O Japão aliou-se aos Estados Unidos para barrar o socialismo na Ásia. Coréia do Sul e Taiwan também se alinharam à superpotência capitalista.

3 - Alternativa A

4 - O que ficou estabelecido com a constituição japonesa elaborada em 1946?
Ela proibia a intervenção externa do exército japonês, transformando-o em força de autodefesa; a liberdade religiosa também foi garantida, com a separação entre Estado e religião. O xintoísmo deixou de ser religião oficial.

5 - Relacione os fatores importantes para a rápida recuperação do Japão, conhecida como Milagre Japonês.
Grande disponibilidade de mão-de-obra barata, disciplinada e qualificada; grandes investimentos juntamente com a iniciativa privada, em educação, em pesquisa e tecnologia; reconstrução dos antigos zaibatsu, modernizando-os; permanência de um forte nacionalismo; influência confucionista e investimentos em exportações, principalmente para os Estados Unidos.

Atividade 46
Distribuição espacial das indústrias japonesas e poluição do meio ambiente
Exercícios de Aplicação

1 - Dar a localização das maiores concentrações industriais do Japão.
As principais concentrações industriais aparecem no eixo da megalópole japonesa, principalmente no sudeste da ilha de Honshu (Tóquio – Nagoya – Kyoto – Osaka). A região de Tóquio e Osaka, juntas, concentram cerca de 56% da produção industrial do país.

2 - Observe o mapa anterior e responda ao que se pede.
a) Qual a relação entre o tipo de relevo e a localização das áreas industriais?
A maior parte do relevo do Japão é montanhosa e pequena parte é de planícies. As áreas industriais estão localizadas nas planícies, principalmente naquelas próximas do litoral.

b) Qual é o principal meio de transporte de carga do Japão? Por quê?
É o transporte marítimo, realizado por navios, pois o Japão é um arquipélago.

c) O Japão é rico em recursos naturais? Quais os produtos que ele importa e quais ele exporta?
Não, o Japão é pobre em recursos naturais. Ele importa grande quantidade de minérios, petróleo, carvão e outros produtos primários. Suas exportações são compostas de produtos manufaturados (eletrônicos, automóveis etc.).

3 - O Japão não possui matéria-prima suficiente para seu desenvolvimento industrial. Entretanto, o país consegue ser grande produtor mundial de aço. Explique essa contradição.
Como o Japão está associado às principais empresas mundiais de extração de minérios, inclusive ao projeto Carajás (no Brasil), grande parte da produção de ferro vai para as siderúrgicas japonesas.

4 - A política energética japonesa está estruturada em usinas nucleares. Considerando que o Japão é pobre em recursos energéticos, explique como o país obtém esses recursos e relacione-os com os problemas ambientais que isso possa acarretar.
Para obtenção da energia nuclear, o Japão importa grande quantidade de mineral radioativo. Esse mineral é transportado por navios, que podem sofrer acidentes em seu percurso, o que seria catastrófico. Por isso, a comunidade internacional alerta para o risco que essa situação pode trazer para o ambiente.

5 - A economia japonesa, apesar de apresentar um dos maiores índices de crescimento do mundo, é muito dependente dos mercados externos. Quais são os fatores responsáveis por essa dependência?
A economia japonesa é dependente dos mercados externos porque necessita de recursos minerais, como petróleo, minério de ferro e carvão mineral, e de gêneros agrícolas, pois apenas uma pequena parte de seu território pode ser aproveitada para a agricultura. Também é dependente porque parte de sua produção industrial é destinada à exportação.

6 - Grande parte do território japonês é coberto por florestas. A maioria da população concentra-se nas cidades. Explique por que está ocorrendo a redução do espaço agrícola no Japão.
Como o relevo predominante no país é montanhoso e coberto por florestas, as áreas que apresentam essas características são preservadas. Com o crescimento das cidades, localizadas nas planícies, está havendo uma redução do espaço para a agricultura. As terras agrícolas estão sendo compradas pelos habitantes das cidades para a ampliação do espaço urbano.

7 - Sobre as diversas particularidades da geografia física do Japão, assinale com um X as afirmações corretas.
Só não é correta a afirmação: As montanhas do Japão são raras, porém muito elevadas.

8 - Em 1979, houve uma reorganização do espaço industrial japonês e muitas indústrias foram transferidas para outros países (Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura e Brasil, por exemplo). Explique as causas dessa reorganização do espaço industrial japonês.
Essa reorganização ocorreu em virtude da mão-de-obra barata e abundante e, principalmente, porque o Japão começou a ser malvisto nos mercados da Europa e da América pela excessiva exportação de seus produtos, o que levou as empresas dos países compradores à falência. Assim, as empresas japonesas passaram a produzir e a exportar, em outros países.

Atividade 47
Japão, um país altamente industrializado
Exercícios de Aplicação

1 - V, V, F, V, F, V

2 - Depois de alguns anos de crise petrolífera, a indústria de automóveis (desse país) já havia batido todos os recordes de exportação, principalmente os dos Estados Unidos. Mas não era ainda, tudo levado em conta, a primeira do mundo, título que ninguém jamais roubara à América do Norte. Em 1980, aconteceu: com mais de dez milhões de veículos produzidos, tomou a dianteira da produção mundial.
Servan – Schreiber, Jean-Jacques. O desafio mundial.
Responda ao que se pede.
a) A que país o texto acima se refere?
Japão
b) Por que a indústria automobilística do país conseguiu superar a dos Estados Unidos em exportação e em produção?
A robotização e a automação elevaram a produtividade e a competitividade, superando a dos Estados Unidos.

3 - Considere as afirmativas a seguir e assinale as corretas com um x.
São corretas as letras: B, C, E

4 - B, A, A, B

5 - a)F
b) I
c) F
d) I
e) I
f) F

Atividade 48
O esgotamento do “modelo japonês”
Exercícios de Aplicação

1 - Explique a estrutura do comércio exterior do Japão.
O Japão é, em razão da escassez de seus recursos, um grande importador de matérias-primas agrícolas, minerais e fósseis, de energia e alimentos que, em geral, são baratos. Muitos desses produtos primários agregam capitais, tecnologia sofisticada, mão-de-obra qualificada e bem remunerada, produzindo bens de capital e de consumo que são exportados em grande escala por preços relativamente maiores, permitindo, assim, a obtenção de vantagens no comércio externo. O Japão exporta automóveis, produtos eletrônicos, navios, relógios, motocicletas etc.

2 - milagre japonês de pós-guerra teve, até os anos 1980, uma fase de grande prosperidade. Esse modelo de crescimento parece ter se esgotado. Explique qual é o grande problema.
grande problema é que esse modelo está voltado para a exportação e, praticamente, não há perspectivas de um contínuo crescimento das exportações japonesas, como o ocorrido nas décadas de 1970 e 1980, porque os demais países do mundo já não aceitam que um país (Japão) exporte muito e importe pouco. O crescimento econômico nos últimos anos tem sido bem inferior ao do período do "Milagre".

3 - Na era da economia globalizada, o dinamismo do mercado interno faz a diferença. Qual a diferença entre o mercado interno dos Estados Unidos e o do Japão?
Nos Estados Unidos, a cultura do consumo e do endividamento aumenta a competição, diminui os preços, elimina as velhas empresas ultrapassadas e gera novas oportunidades de emprego. No Japão, ao contrário, há a cultura da poupança e a rigidez do mercado de trabalho.

4 - Os Tigres Asiáticos (Taiwan, Coréia do Sul, Cingapura, Hong Kong e a China) começaram a incomodar o Japão depois da década de 1980.
Explique essa afirmativa.
Até os anos 1980, os Tigres Asiáticos exportavam roupas, tecidos e brinquedos. A partir dessa data, os Tigres passaram a exportar automóveis, motocicletas, computadores, produtos eletrônicos e outras mercadorias básicas e tornaram-se competidores do Japão. Assim como os Tigres Asiáticos, a China também passou a ser outro competidor do Japão em virtude de sua mão-de-obra barata, qualificada, disciplinada, numerosa e de suas matérias-primas abundantes e com preço baixo. Com o recebimento de investimentos estrangeiros, a China passou a exportar produtos eletrônicos a preços baixos.

5 - Além dos problemas econômicos, o Japão enfrenta também problemas sociais e culturais. Relacione esses problemas.
Grande concentração populacional na megalópole Tóquio-Osaka; sindicatos de trabalhadores bastante fragilizados e vinculados às empresas; residências pequenas, com superlotação das casas; jornadas de trabalho longas e período curto de férias; discriminação contra os coreanos; segregação das minorias étnicas e culturais.

6 - A modernização das indústrias de outros países, os novos países competidores na Ásia, a limitação de importações japonesas, a dependência do mercado externo e a retração do mercado interno são fatores responsáveis pela estagnação econômica do Japão. Além desses, existem outros fatores, como o desequilíbrio do setor público endividado, a concorrência e a especulação no mercado internacional. Com base nesse texto, quais os desafios enfrentados pelo Japão para sair da crise?
Para sair da crise, o Japão tem estimulado a economia, incentivando os setores de alta tecnologia e telecomunicações, da construção naval e da siderurgia. São desafios: a diminuição da dívida do Estado, fim do pessimismo e a maior proximidade com os países vizinhos, principalmente com a China. As privatizações e o incentivo ao consumo também são medidas adotadas.

5 comentários:

LéeoNeves disse...

kkkk adorei vc é de que COC??

Marcos Felipe disse...

Vlw Wellington, a correção desser exercícios e dos da China foram de grande ajuda... xD

gui alves (pão) disse...

brigadão ajudou bastante nos exerciocios aki,sem essa sua ajuda eu nao consiguiria entende nada! vlw

ci disse...

quando voce vai posta as atividades restantes?

OiOkBy disse...

Você pode postar as atividades restantes?